nakliyat eskişehir halı mağazası menemen evden eve nakliyat aliağa nakliyat mersin evden eve nakliyat eskişehir beyaz eşya servisi yabancı dil eğitimi evden eve nakliye ankara implant ankara gülüş tasarımı

Eliminar o uso de madeira nas estruturas de concreto já é uma realidade

Publicado por Atex em 11 de março de 2022

 

Com a escassez e alta de preços, substituir a madeira pelo Sistema Planex é essencial para a redução de custos e ganho de produtividade

Uma verdadeira revolução vem sendo responsável pela modernização nos canteiros de obras: o Sistema Planex. Uma solução inovadora, composta por fôrmas de plástico recicláveis e reutilizáveis, que substituem o uso da madeira nas estruturas de concreto, mais precisamente nas lajes maciças, vigas e pilares. Atenta às demandas ambientais do planeta, a Atex do Brasil caminha lado a lado com as empresas Soma-se a isso um cenário de escassez dos materiais de construção, preços em alta e a burocracia relativa ao uso da madeira. Esse é um caminho sem volta. Assim, sai na frente quem alia o aumento da produtividade usando novas tecnologias ao crescimento sustentável.

Solicite uma proposta

Sistema de fôrmas para laje maciça

O Sistema Planex reduz os custos da obra

Prova disso é a construtora Rocontec, em São Paulo, que adotou o Sistema Planex no empreendimento Alameda Jardins, composto por duas torres.

Sistema de case planex - fôrmas para laje maciça

A meta era reduzir os custos com a troca das fôrmas de madeira danificadas ao longo da execução da estrutura e diminuir o impacto ambiental causado pela utilização da madeira. Outro ponto era a redução do uso de lâmpadas, isso porque as fôrmas são translúcidas, o que possibilita a passagem da iluminação natural em substituição ao uso das fôrmas era outro desafio relevante. E ainda, o aumento da produtividade em até 20% na montagem das fôrmas, além de garantir a qualidade da estrutura por ser de fácil conferência e pela integridade mantida nos painéis.

Sistema de fôrmas para laje maciça

Com isso, a empresa obteve uma redução de 20% no ciclo de estrutura e reduziu a necessidade de acabamento originado pelas fôrmas, o que resultou em aumento de produtividade. Já os ganhos financeiros foram expressivos, uma economia de R$ 130 mil com a redução de escoramento, fôrmas, madeiras e lâmpadas.

Quanto ao impacto para a obra como um todo e, em razão da qualidade alcançada com o sistema, diminuiu a necessidade de regularizações das estruturas e espessuras dos revestimentos, como gesso liso e contrapiso. Todo o processo também contribuiu para o maior bem-estar dos profissionais envolvidos, já que as fôrmas são de fácil movimentação entre os pavimentos. Sem deixar de citar a redução significativa do uso de pregos e outros materiais além da menor geração de resíduos, com redução dos custos e dos danos ao meio ambiente.

Solicite uma proposta

Sistema de fôrmas para laje maciça

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba em seu e-mail nossos conteúdos mais recentes e mantenha-se atualizado sobre o universo da construção civil.

    Últimos posts

    Deixe seu Comentário

      Post
      Relacionados

      Contatos comerciais em

      • Gunnar San Martin (Capital)

        11 99327-4498

        atexsp@atex.com.br

      • Eduardo Souza Lima (Capital)

        11 95259-6178

        eduardo.lima@atex.com.br

      • Maicon Douglas Oliveira (Capital)

        11 95259-5309

        maicon.oliveira@atex.com.br

      • Adriano Azevedo Oliveira (Capital)

        11 95259-5696

        adriano.oliveira@atex.com.br

      • Marcelo Santos Silva (Vale do Paraíba - Litoral)

        11 95259-6150

        marcelo.silva@atex.com.br

      • Tiago Figueiredo (Campinas e região)

        19 98892-2286

        tiago.figueiredo@atex.com.br

      • Leonardo Gomes (Ribeirão Preto e região)

        17 98831-7833

        leonardo.gomes@atex.com.br