Voltar para listagem

Uso de formas para lajes nervuradas permite construção leve e econômica


Uso de formas para lajes nervuradas permite construção leve e econômica
14 / Setembro / 2011

 

ATEX 180 permite combinações com diversos componentes e concepções estruturais em obra residencial.

Estudo de caso:
Edifício Residencial Yano Garden / Maringá-PR.

Contratante: Construtora Design.
Local da obra: Maringá-PR.
Data da obra: Início: Abril de 2009 / Conclusão: Previsão para Setembro de 2011.
Fornecedor: ATEX do Brasil.
Nome dos Produtos: Formas de polipropileno para lajes nervuradas ATEX.

DESCRIÇÃO DO LOCAL
O Edifício Residencial Yano Garden, da Construtora Design, está situado na Avenida Gurucaia, a 200 metros do Parque do Ingá, um dos principais cartões postais de Maringá, Paraná. Tem quatro pavimentos de garagem distribuídos entre o térreo e três subsolos; duas torres de 18 pavimentos cada, com apartamentos de três dormitórios de 89 m² de área privada e 140 m² de área total; e sacada com churrasqueira.

DESAFIO
O projeto das garagens das duas torres evitou a disposição e o posicionamento de pilares em locais indesejáveis, privilegiando o layout de uma planta livre, flexível e funcional. Consequentemente, o projeto estrutural, pedia UM sistema construtivo ideal para vencer grandes vãos. Para isso, não poderiam ser utilizadas soluções de grande peso estrutural.

SOLUÇÃO
No projeto da estrutura de concreto do edifício-garagem que compõe o Residencial Yano, foram adotadas as formas para lajes nervuradas ATEX180 com o uso da protensão não aderente. O produto escolhido permite combinações com diversos componentes e concepções estruturais para lajes nervuradas.

De acordo com Antonio Carlos Peralta, engenheiro da Protenfor, empresa responsável por implantar a tecnologia do concreto protendido na obra, a construção ficou muito mais leve com o uso das formas para lajes nervuradas ATEX. “Conseguimos diminuir o consumo de concreto, aço, formas e escoramentos, o que facilitou a passagem de tubulações e dutos. A protensão ajudou, ainda, a dar mais velocidade, porque a desforma foi mais rápida”, afirma.

Os vãos com vigas-faixa protendidas chegam a 15 m, enquanto os de lajes nervuradas, também em concreto protendido, têm 7,5 m. Nos pavimentos do prédio, que têm pé direito de 2,75 m, foi preciso protender as vigas-faixa que ficaram com altura de 40 cm e as lajes nervuradas ATEX 180, que ficaram com altura de 23 cm.

 “O uso das formas para lajes nervuradas ATEX 180 também permitiu maior rigidez das lajes e substancial redução de mão de obra. Atingimos uma racionalização no que diz respeito à execução e organização no canteiro de obras. Nas lajes, foi possível fazer o alisamento e o desempenamento final diretamente na capa de concreto, contribuindo para um excelente acabamento”, conclui Peralta.


DESCRIÇÃO DO PRODUTO

Comercializada nas modalidades de locação ou venda, as formas para lajes nervuradas ATEX estão disponíveis em mais de 92 modelos com diferentes medidas. Os produtos são autoportantes e dispensam a utilização de compensados de madeira. Isto reduz fortemente a utilização de madeira no canteiro de obras, deixando-o muito mais limpo e produtivo. Depois de três ou quatro dias da concretagem as formas são removidas, possibilitando o reaproveitamento com grande produtividade. Os produtos se adaptam à maioria dos projetos.

outras novidades